Dança de Gaia.




No dançar da aurora
Sopra um vento.
Cantando sobre outrora,
Coisas do tempo...

Na caminhada da vida
Sonhos e pelejas.
Com tantas idas e vindas,
Um novo futuro eleja...

Ouça do grito da terra
Da água e do ar.
A vida que é eterna,
Na Mãe terra vou me abrigar...

Somos filhos do mesmo seio,
A natureza a alimentar.
A comunhão almejo,
A Gaia vamos adorar...

O homem é lobo do homem,
Como Cronos a devorar
Seus filhos em sonho medonho.
Ao natural vamos marchar...

Lutem com força e coragem,
Com garra e determinação.
A vida não é só uma imagem,
Sinta e faça uma reflexão...

Não há sentido nas guerras,
Nas mortes, nas proibições.
Flor doce brote da terra,
Lutem até virarem leões...

0 comentários:

Postar um comentário